Crocantes de Caramelo e Chocolate

30 de Novembro de 2018

Às vezes apetece-nos um doce, algo rápido, simples e crocante para satisfazer uma vontade súbita... e nada melhor do que estes crocantes, que se preparam num ápice e desaparecem igualmente depressa! São viciantes... feliz ou infelizmente! É uma ótima receita para fazerem com crianças por perto, porque tem poucos ingredientes e todas as etapas são muito simples.


Bróculos Salteados

28 de Novembro de 2018

Há alguns dias pedi sugestões no Facebook para receitas com bróculos congelados, e muitos sugeriram fazer os bróculos salteados com um fio de azeite e alho e devo dizer-vos... que delícia! Ficam simplesmente incríveis, é uma ótima forma de comer bróculos, de adicionar uma dose extra de legumes à refeição, seja ela de peixe ou carne!


Tarte de Alho Francês, Cebola e Bacon

26 de Novembro de 2018

Não há nada mais prático para aproveitar ingredientes do que uma tarte salgada. E são especialmente adequadas, na minha opinião, agora com a chegada do frio... uma ou duas fatias de tarte e uma sopa, um creme de legumes fumegante e está o jantar pronto! Alho francês, cebola e bacon é uma das minhas combinações favoritas, não podia deixar de partilhar convosco, fica uma delícia!


Tarte de Maçã e Canela

23 de Novembro de 2018

Às vezes temos tantos assuntos na cabeça em simultâneo, que acabamos por fazer pequenas asneiras... semana passada abri acidentalmente uma lata de leite condensado, em vez de uma lata de milho doce! Por norma só utilizo o leite condensado para fazer Bolo de Bolacha, e não me apetecia nada confesso... olhei para a fruteira e vi várias maçãs bem maduras. Tinha uma embalagem de massa folhada no frigorífico. Resolvi colocar uma ideia louca em prática!

Esta Tarte de Maçã é a mais fiel... temos maçãs no creme e maçãs na cobertura! E o sabor fica incrível digo-vos já! A textura é diferente das habituais tartes com creme de pasteleiro, mas o sabor arrebata qualquer um, e é uma excelente forma de aproveitar maçãs muito maduras, visto que numa tarte apenas gastamos 6 maçãs.


Filetes de Pescada

21 de Novembro de 2018

Não há quem faça melhores filetes de pescada do que a minha mãe! É que nem adianta tentarem contestar isso, porque são mesmo muito bons! E, por norma, ela passa a receita a outras pessoas também (tudo a olho, mesmo receita de mãe!) e as pessoas queixam-se que "nunca ficam iguais!". E eu entendo, mão de mãe é outra coisa... e a verdade é que estes filetes ficam muito suaves, delicados na boca, com um leve sabor a limão e pimenta. Comem-se um atrás do outro, viciantes de tão fofos que são!

A pescada que utilizamos é, desde sempre, a da marca Pescanova porque realmente são os melhores filetes de pescada que encontramos até agora no mercado. Já tentamos outras marcas e o resultado é completamente diferente. E podem até achar que um quilo é muito... mas acreditem em mim, não é!


Creme de Bróculos e Tomilho

19 de Novembro de 2018

Legumes congelados são uma mão na roda! Mesmo em alturas mais corridas, salvam-nos sempre, porque nos livram das tentações... isto porque deixam de haver desculpas para não comermos saudável, para trazermos uma pizza ao vir para casa, etc. Neste caso 5 minutos são mais do que suficientes para preparar um creme de legumes aveludado e muito nutritivo! Nunca tinha experimentado adicionar tomilho na sopa... mas fiquei surpreendida, fica lindamente, dando-lhe um toque bem especial.


Viagem a Roma - onde comer? (parte 2)


Onde comer em Roma?

Apesar de terem sido apenas 2 dias em Roma, comemos em muitos sítios incríveis e, por isso mesmo, tive que dividir esta parte da viagem em duas partes. Por isso preparem-se para as delícias do segundo dia...


Dia 2

Sant'Eustachio il Caffè
Piazza di Sant'Eustachio 82, Navona

Itália é um país conhecido pelo seu café. Nesta visita era fundamental experimentarmos um dos melhores e mais antigos cafés de Roma, não por ser chique ou estar na moda, mas por ser um dos Reis do Café na cidade!

Pesquisas indicaram-me também que aqui iria encontrar um mil folhas muito especial, mais baixinho do que aqueles a que estamos habitual, mas muito crocante. Existem dois recheios: Nutella (afinal estamos em Itália!) ou chocolate branco e, como não poderia deixar de ser, pedimos os dois para partilhar. Ambos deliciosos... o melhor mil folhas da vida! Muitas camadas finas de massa, super crocantes e aquele recheio maravilhoso... palavras para quê?! A acompanhar um capuccino tradicional, extremamente saboroso e repleto de espuma.

Custo por pessoa: 4,30€ (capuccino + mil folhas)


Viagem a Roma - onde comer? (parte 1)


Onde comer em Roma?

Estivemos apenas 2 dias em Roma... é muito pouco tempo para provar tudo aquilo que eu queria! Mas ainda assim experimentamos bastantes coisas, todavia aqui nesta série da viagem, vou apenas citar os locais que vocês têm mesmo que visitar, porque se come bem e barato! Porque realmente são sítios incríveis, os restantes (apenas dois) não irei mencionar, não eram nada de especial. Um deles inclusive foi uma desilusão.


Dia 1

Pinsere
Via Flavia 98, Veneto

Esta pizzaria conquista-nos pela montra (porque os meus olhos comem e muito!) que tem uma enorme variedade de pizzas frescas, caseiras... ali à nossa frente, a pedir "escolhe-me a mim!" mas só podemos escolher uma porque, apenas de os olhos comerem imenso, a boca come bem menos!

As pizzas são individuais, a porção suficiente para uma pessoa que não coma nem muito, nem pouco! E nós optamos por escolher duas pizzas diferentes e partilhar. Pedimos recomendações ao dono do estabelecimento, sempre muito simpático, e descobrimos que o local tem um pizza premiada que, como levava abóbora (e a minha amiga não gosta), acabamos por não experimentar.

Optámos por um pizza de cogumelos e azeite de trufa (pizza da esquerda, suave e maravilhosa) e uma pizza de chouriço picante, cebola roxa e molho pesto (pizza da direita, super apetitosa e muito picante!), ambas incríveis, de massa pizza, suculenta e estaladiça... a melhor pizza que já comi na vida!

Custo por pessoa: 6,50€ (pizza individual + garrafa de água)



Viagem a Roma - o que visitar?


O que visitar em Roma?

Uma visita de 2 dias a Roma não é suficiente! Se puderem ir 3 ou 4 dias será o ideal para conseguirem ver os pontos mais emblemáticos da cidade, provar mais iguarias, etc. porque Roma é uma cidade repleta de história, cultura, arte e gastronomia... merece ser vista com mais calma!

Existe um mito sobre a fundação de Roma. Segundo a lenda dois gémeos, Rómulo e Remo, foram abandonados num cesto perto do rio Tibre, e foram salvos por uma loba que os amamentou e criou. Quando adultos, Rómulo matou Remo e em seguida fundou Roma, no século 8 a.C.

Roma, também conhecida como a "cidade eterna", tornou-se o centro de uma vasta civilização que dominou a região mediterrânea durante vários séculos, e essa presença pode ser vista em vários países, através das construções e monumentos que deixaram. Hoje Roma é uma a cidade com mais monumentos no mundo, e uma das mais visitadas, com cerca de 10 milhões de turistas por ano! É a terceira cidade mais visitada da Europa, a seguir a Londres e Paris.



Dia 1

Basílica Santa Maria degli Angeli

A igreja Santa Maria situa-se na Praça da República e é uma das mais especiais da cidade devido ao seu aspecto exterior derruído que contrasta com um interior amplo e espetacular! Quem vê a basílica por fora não adivinha o que se encontra no seu interior... com dimensões impressionantes e uma decoração muito rica e detalhada!

Exterior da basílica, junto à Praça da República.


Interior da basílica.

Órgão monumental da basílica, com 5.400 tubos.

Viagem a Roma - dicas de viagem

No mês de Outubro fui com uma amiga a uma escapadinha de 2 dias a Roma... partilhei inúmeras fotos com vocês no Instagram e no Facebook, e surgiram várias questões sobre voo, alojamento, o Roma Pass, o que ver, onde comer... por isso esta semana teremos uma pequena compilação sobre a viagem, dividida em três partes, para não ser tão chatinho!


Voo

Optámos pela companhia que tinha o melhor preço nos meses de Setembro ou Outubro, simples assim! Sabíamos que em 2 dias não iríamos precisar de grandes malas, por isso a de cabine seria mais do que suficiente. Assim sendo, por pessoa, o voo para o aeroporto Ciampino ficou por 69,31€, que permite uma mala pequena (levei uma mochila) e uma mala de cabine. Compramos o transfer (ida e volta) em simultâneo com o voo, e ficou apenas por 9€.



Alojamento

Como a viagem era apenas de 2 dias queríamos ficar o mais próximas do centro possível, assim evitávamos perder tempo nas deslocações entre o centro e o nosso alojamento. Encontramos um AIRBNB ao lado da estação de metro de Circo Massimo quase, a um preço bem simpático, tendo em conta que estávamos no centro e que tínhamos o apartamento todo para nós!

Para nós era importante essa privacidade, que não se encontra num hotel, e também o facto de experimentarmos mesmo viver num alojamento de verdadeiros "romanos", e o preço saiu bem em conta! Fizemos a reserva/compra através desta ligação (https://bit.ly/2SMnmJZque nos deu um desconto de 30€, por ser a nossa primeira reserva no AIRBNB, e assim 2 noites para 2 pessoas, no centro de Roma, com a casa totalmente disponível para nós, ficaram por apenas 155,56€.