Molotof (ou Pudim de Claras)

29 de Setembro de 2017

Descobri recentemente que a minha tia e a minha prima adoram de paixão uma sobremesa bem simples que, pessoalmente não gosto (mas confesso que nunca provei... típica portuguesa), mas que sempre achei muito bonita. Claro que onde elas moram, em França, tem um nome mais pomposo, mas o conceito é bem simples! Claras, açúcar e caramelo... e em três simples ingredientes matamos logo com tudo! Já adivinharam o que por aí vem?!

Esta sobremesa surgiu em Portugal durante uma guerra europeia, altura em que já se confeccionavam as tradicionais receitas à base de gemas de ovos e açúcar, características da época (e que se perpetuaram ao longo dos tempos), e sobravam muitas e muitas claras. Estou a falar do Pudim Molotof (ou Molotov), que todos nós conhecemos!

O molotof é a sobremesa perfeita para (tal como os nossos antepassados) aproveitar aquelas claras que ficam esquecidas no congelador, que vamos guardando dos doces de Páscoa ou Natal, e que necessitam sempre de alguma criatividade extra! Por isso deixo-vos também algumas sugestões para o aproveitamento de claras, que já podem encontrar aqui no blogue, como por exemplo, Frittata Italiana ou Pizza de Fiambre e Cogumelos, ou ainda sugestões doces como Mousse de Chocolate, Suspiros, Bolo TigreMarshmallows sem Açúcar, Pavlova de Morangos, Charlotte de Chocolate, enfim uma infinidade de opções... acabaram-se as desculpas minhas gente!

Sigam todos os passos da preparação e o vosso molotof ficará perfeito! O meu abateu um bocado, como podem ver, porque não respeitei o tempo que deveria ter deixado o molotof no forno a arrefecer... é o que dá ser gulosa e apressada!


Molotof (ou Pudim de Claras)

Ingredientes:
  • 10 claras (aproximadamente 300 gramas)
  • 250 g de açúcar
  • 100-150 g de caramelo líquido
  • sal q.b.

Preparação:
1. Coloque as claras num taça e bata até ficarem volumosas. Depois, gradualmente, adicione o açúcar e continue a bater até obter um merengue firme, por mais uns 5 minutos após a adição do açúcar.
2. Unte uma forma de buraco com o caramelo líquido. Coloque o merengue na forma, com a ajuda de uma colher, e alise bem. Bata com a forma na mesa para eliminar possíveis bolhas de ar.
3. Leve ao forno, pré-aquecido nos 180 ºC (em ventilação), em banho Maria durante 10 minutos. Desligue o forno e, sem abrir, deixe o molofot lá dentro até arrefecer completamente.
4. Desenforme o molotof e leve-o ao frigorífico durante algumas horas para refrescar. Sirva simples ou coberto com frutos secos torrados.

Acompanha-nos também em:

   

6 comentários :

  1. É uma sobremesa leve, deliciosa e excelente no aproveitamento de claras! Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!

      Sem dúvida, é daquelas receitas que dão sempre jeito ter!

      Beijinhos

      Eliminar
  2. A minha avó adora! Faço-lhe algumas vezes. É uma sobremesa temperamental, mas se lhe fizermos a vontade de respeitar as suas manias corre sempre bem! :)

    Beijinhos Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!

      Que avó de sorte :)
      É verdade, tem os seus truques, mas se os seguirmos à risca funcionam e tudo corre bem! Eu é que fui muito apressada e quis logo provar ahahah

      Beijinhos

      Eliminar
  3. Que bom aspecto, é um perdição.
    Também gosto muito desse doce.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá!

      Obrigada, que bom que gostaste! :)

      Beijinhos

      Eliminar